maskne

Maskne: saiba como evitar espinhas pelo uso da máscara

A pandemia da Covid-19 em 2020 trouxe algumas mudanças nos nossos hábitos. Além de ficar mais em casa e evitar o contato com outras, ainda começamos a usar máscaras de proteção diariamente. O acessório é uma das formas mais eficazes de barrar a transmissão do novo coronavírus, que causa a doença. Porém, muitas pessoas também começaram a perceber o surgimento de espinhas na área coberta pela máscara, como queixo e mandíbula. Foi daí que surgiu o termo maskne, que indica um problema de acne causado pelo uso do acessório.

O contato com o tecido e o abafamento do suor liberado pela pele com o uso da máscara, com o tempo, acabam danificando a barreira natural da pele. Com a fragilidade, pode ocorrer irritação e, então, a maskne. Mesmo se você tiver maior tendência à acne, o problema não é considerado comum e há diversas formas de evitá-lo. É claro que, se você apresentar uma acne mais grave e em outros locais, deve procurar ajuda médica. No caso de espinhas localizadas, você pode seguir algumas dicas aqui n’As Dicas de Vida, inspiradas em vídeos da dermatologista norte-americana Andrea Suarez, a Dr. Dray, no YouTube. Confira:

Escolha uma máscara de tecido macio e absorvente

Se você tem o costume de usar uma máscara de tecido, escolha uma que não vá agredir a sua pele e manter o suor nela. Por isso, o tipo mais indicado é a de algodão. Caso prefira usar de outro tecido por razões estéticas, certifique-se de que pelo menos o forro é feito de algodão. Tecidos mais grossos e abrasivos, como o poliéster, não absorvem o suor e ainda podem arranhar ou coçar. Máscaras cirúrgicas, usadas pelos profissionais de saúde, também são opções que evitam a irritação da pele.

Simplifique a sua rotina de skincare

Você usa todos os produtos possíveis na sua rotina diária de cuidados com a pele? Então talvez seja melhor cortar aqueles que não são extremamente necessários. O essencial é limpar, hidratar e proteger a pele do sol. Tônicos, séruns e outros produtos, especialmente se tiverem corantes ou fragrância, podem colaborar para a irritação da pele embaixo da máscara. Evite também incluir novos produtos na sua rotina, pois podem causar reações adversas.

Não use maquiagem debaixo da máscara

A combinação de maquiagem e suor sob a máscara pode ser uma receita desastrosa para o aparecimento de espinhas! A mistura acaba irritando a pele, tornando-a mais suscetivel à maskne. Você pode continuar usando produtos para os olhos, sem problemas, mas evite qualquer produto que tenha corantes ou fragrância debaixo da máscara. O mesmo vale para protetores labiais ou lip balms.

Hidrate bem o rosto e os lábios à noite

Antes de deitar, é importante aplicar produtos que vão ajudar a restaurar a barreira da pele durante a noite. Cremes e produtos para os lábios mais densos são ideais nessa hora, pois são soluções potentes para hidratar o rosto e prepará-lo para o uso da máscara no dia seguinte. Algumas sugestões são os produtos da linha Cicaplast da La Roche-Posay e o creme reparador Cicalfate, da Avène. Se você preferir, pode usar produtos para assaduras de bebê, porém certifique-se de que não tenham fragrância na composição.

Não reutilize as máscaras sem lavar

Além dos riscos da transmissão do vírus, a reutilização sem a lavagem apropriada pode causar o contato de bactérias que ficam presas no tecido com a pele. Assim, pode causar o aparecimento de espinhas. Outra medida que previne a irritação da pele em contato com a máscara é o uso de sabões neutros ou hipoalergênicos na lavagem. Pode usar aquele sabão neutro em barra baratinho mesmo, é só lavar em água quente, separado das outras roupas.

Não esprema as espinhas

Essa é uma dica que vale em todas as situações, mas especialmente com o uso das máscaras. Espremer espinhas causa irritação e inflamação, além de espalhar bactérias que acabam gerando mais espinhas em outras partes do rosto. Evite a todo custo!

Evite mascar chiclete ou chupar bala enquanto usa a máscara

A essência que esses produtos exalam pode causar irritação sob a máscara. O mesmo vale para pastas de dente com essência forte de menta! Se você tem problemas ao redor da boca, procure substituir por uma pasta de sabor mais suave. Aquelas de criança com sabor de morango ou uva podem ser boas opções. Além disso, consumir comida muito temperada, apimentada ou quente e depois colocar a máscara também pode causar irritação. 

Procure dormir bem e evitar o estresse

Essas também são dicas essenciais para o cuidado com a pele em qualquer contexto! Sabemos que é difícil manter a tranquilidade no dia-a-dia e ter boas noites de sono, mas vale tentar. O desequilíbrio pode afetar a sua pele e a sua saúde em geral, então é sempre importante priorizar o seu emocional e cuidar bem de si. Durma bem, evite o estresse e também tome bastante água durante o dia. Esses hábitos fazem toda a diferença ao evitar o aparecimento de espinhas na pele por causa da maskne.

Gostou das dicas para combater a temida maskne?

Siga o nosso Instagram e faça parte do nosso grupo no Facebook! Nas nossas redes sociais, você encontra dicas imperdíveis dos membros da nossa comunidade, os Diquers, e também pode dar as suas sugestões.